Pular para conteudo principal

Notícias

ALPB promulga alterações na LOA 2014

Publicado em 16 de abril de 2014

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) promulgou 13 leis e alterações na Lei Orçamentária Anual (LOA) para o exercício financeiro de 2014. O presidente da ALPB, deputado Ricardo Marcelo (PEN), assinou os atos. Eles foram publicados na edição do Diário Oficial do Estado (DOE) da última sexta-feira (11).

Foram promulgados os artigos 11 e 12 e as emendas que alteram anexos da lei 10.262/2014, de autoria do Poder Executivo, que estima a receita e fixa a despesa do Estado para o exercício financeiro de 2014, a LOA.  Eles haviam sido vetados pelo governador do Estado, e os vetos foram derrubados em plenário.

Os artigos 11 e 12, propostos por meio de emendas parlamentares, asseguram o rateio do excesso de arrecadação apurado em relação a previsão orçamentária, bem como do superávit financeiro apurado no balanço patrimonial do exercício anterior, entre os Poderes Executivo, Legislativo, Judiciário, Tribunal de Contas da Paraíba, Ministério Público Estadual e Defensoria Pública, de forma proporcional às suas participações no orçamento geral do Estado.

As outras 13 leis promulgadas são de autoria dos parlamentares da Casa Legislativa. De acordo com o regimento interno da ALPB, decorrido o prazo de quinze dias úteis, contados da data do recebimento do respectivo autógrafo, sem a sanção do governador ao projeto, é obrigatória a promulgação pelo presidente da Assembleia Legislativa dentro do prazo de 48h.

Leis de autoria dos deputados promulgadas 
Lei 10.266/2014, de autoria do deputado Jutay Meneses (PRB), que obriga a Cagepa a instalar bloqueador de ar mediante solicitação do consumidor. Lei 10.267/2014, do deputado Frei Anastácio (PT), que institui regime de plantão para recebimento de parcela pecuniária por pagamento de infração de trânsito.

Também a 10.268/2014, do deputado Carlos Dunga (PTB), que proíbe a emissão de comprovantes em papel termosensível. A lei 20.269/2014, do deputado Raniery Paulino (PMDB), que obriga a divulgação de dados relativos a viagens aéreas custeadas pelo Poder Executivo.

Lei 10.270/2014, de autoria da deputada Iraê Lucena (PSDB), sobre o direito da gestante ao conhecimento e a vinculação à maternidade onde receberá assistência no âmbito do serviço público estadual de saúde. Lei 10.271, do deputado Vituriano de Abreu (PSC), que obriga a publicação da movimentação financeira dos concursos públicos realizados pelo Estado e proíbe a realização de concurso para cadastro de reserva.

Lei 10.272/2014, do deputado Aníbal Marcolino (PEN), estabelecendo a proíbição no caso de contratação direta e por meio de prévia licitação de empresas pertencentes a parentes dos agentes públicos e políticos. Lei 10.273/2014, também de Vituriano de Abreu, que proíbe a estipulação de prazo mínimo por parte das empresas concessionárias ou permissionárias, que explorem serviços de telefonia, de TV por assinatura e internet.

Lei 10.274/2014, do deputado Anísio Maia (PT), garantindo tratamento isonômico entre as empresas que produzem, comercializam e distribuem produtos da cesta básica e aquelas beneficiadas por recursos oriundos do Fundo de Apoio ao Desenvolvimento Industrial da Paraíba (FAIN). E a lei 10.275/2014, também de Anísio Maia, instituindo a política estadual de enfrentamento da violência contra as mulheres do campo.

Lei 10.276/2014, da deputada Daniela Ribeiro (PP), que obriga as concessionárias que comercializam veículos novos a alertarem o adquirente acerca das alterações que por ventura venham a ocorrer nos modelos dos carros nos 120 dias posteriores à compra e venda.

Lei 10.277/2014, do suplente Assis Quintans (Democratas), sobre o planejamento e comunicação de obras realizadas em rodoviárias e vias públicas que abrangem as regiões metropolitanas e aglomerados urbanos.

Lei 10.278/2014, também de autoria do deputado Anísio Maia, dispondo sobre os produtos que compõem a cesta básica em toda a Paraíba. Os produtos, segundo a lei, são feijão, arroz, açúcar, leite, café, pão, óleo de soja, fubá, ovo, batata, legumes, frutas, manteiga, creme dental, sabonete e papel higiênico.

Texto: Alexandre Kito

Multimídia

≪ Voltar para a Agência de Notícias

Notícias

Inscrições para cursos do Proquale terminam nesta terça-feira

Publicado em 15 de abril de 2014

As inscrições para os cursos do Programa de Qualificação Continuada do Legislativo da Paraíba (Proquale) terminam nesta terça-feira (15). As capacitações são para servidores das câmaras municipais que firmaram convênio com a ALPB para o programa. Os cursos são oferecidos pela ALPB, em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV).

O processo de inscrição é feito em duas etapas. A primeira fase, denominada de pré-inscrição ou perfil, é realizada por meio do site da Assembleia. A inscrição é validada pela FGV para adequar o perfil dos inscritos ao conteúdo pedagógico dos cursos.

Os cursos, que abrangem estudos importantes de áreas essencialmente técnicas, principalmente de legislação, até aspectos relevantes e atuais da execução de projetos na gestão pública, são: Direito Civil , Direito Tributário ,Gestão de Projetos, Auditoria Contábil, Gestão e Avaliação de Políticas Publicas, Controladoria,Gestão de Pessoas na Administração Pública,Gestão de Qualidade Projetos Públicos , Gestão de Serviço Público, entre outros.

São oferecidas três mil vagas, destinadas prioritariamente para os servidores efetivos e comissionados do Legislativo municipal. Em uma segunda etapa, as vagas também vão contemplar servidores de prefeituras, Ministério Público, Tribunal de Contas do Estado e de universidades.

“Percorremos todas as cidades pólos do Estado mostrando a nossa preocupação com o desempenho das Câmaras. Já temos muitas inscrições realizadas pelos servidores que vão, através dos cursos, ficar ligados diretamente ao seu cotidiano”, disse o presidente da ALPB, Ricardo Marcelo (PEN).

A capacitação continuada será realizada online, e terá o acompanhamento dos professores da FGV. Os funcionários inscritos não terão custo financeiro.

Multimídia

≪ Voltar para a Agência de Notícias

Notícias

Assembleia lança Campanha de Prevenção ao Câncer de Próstata

Publicado em 15 de abril de 2014

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) lança, nesta terça-feira (15), a terceira edição da Campanha de Prevenção ao Câncer de Próstata. O objetivo é alertar sobre os cuidados que devem ser tomados para prevenir a doença e esclarecer sobre as formas de tratamento. O slogan da campanha é: “Exame de próstata, quem pede pra ele fazer, não vai perdê-lo tão cedo”.

“É importante o engajamento da ALPB neste tema para que possamos esclarecer sobre a gravidade da doença. Queremos que esse assunto deixe de ser um tabu para alguns homens e que os exames sejam realizados periodicamente. Quando descoberta cedo, maiores são as chances de cura da doença”, afirmou o presidente da ALPB, Ricardo Marcelo (PEN).

Na próxima terça-feira (22), será iniciada a terceira edição da Semana Estadual de Prevenção ao Câncer de Próstata. A Semana acontece em cumprimento à Lei 8.609/09, definida por meio de propositura do presidente da Casa de Epitácio Pessoa.

O presidente da Comissão de Saúde, Saneamento, Assistência Social, Segurança Alimentar e Nutricional do Legislativo, deputado Aníbal Marcolino (PEN), destacou a importância das campanhas em prol da saúde dos paraibanos.

“A ALPB sempre tem pensado em ações para alertar sobre a saúde do povo paraibano. Parabenizo a iniciativa do presidente Ricardo Marcelo junto à Mesa Diretora, que tem elaborado a Campanha de Prevenção ao Câncer com bastante empenho e obtido resultados excelentes”, disse Anibal Marcolino.

Durante duas edições, a Semana Estadual de Prevenção ao Câncer de Próstata realizou atendimentos médicos, orientações e palestras sobre o assunto em várias cidades paraibanas, em parceria com a Sociedade Brasileira de Urologia. O prédio do Poder Legislativo se “vestiu” de azul, no ano passado, para destacar a importância sobre as formas de prevenção da doença.

O médico urologista Osório Abath ressaltou a necessidade da prevenção à doença. “Todos os homens precisam fazer os exames iniciais regularmente, pois quando tratado no início a doença tem grandes chances de cura. A Campanha me chamou a atenção no ano passado e esta positividade me faz ter empolgação para colaborar com a iniciativa”, disse o médico.

Prevenção ao câncer
Além da Semana Estadual de Prevenção, a Assembleia Legislativa tem elaborado leis com a pretensão de facilitar o tratamento do câncer no Estado e aumentar as chances de cura. Nas últimas duas décadas, 15 leis estaduais se somam a uma extensa legislação federal que assegura os direitos e garantias dos portadores de câncer.

Dados
Em todo o Estado, semelhante ao que ocorre no País, o câncer de próstata é o que mais faz vítimas. Segundo o Sistema de Informações Sobre Mortalidade da SES, de 2001 a 2013 foram 2.479 óbitos, superando qualquer outro tipo da doença, como estômago (2.451) e pulmão (2.442).

O câncer representa a segunda causa de morte, segundo estudo do Instituto Nacional de Câncer – José Alencar Gomes da Silva (Inca), atrás apenas das doenças do coração. Em relação ao câncer da próstata, foram registrados mais 60.180 casos entre brasileiros em 2012. Em 2013 foram mais de 500 mil novos casos.

Em valores absolutos, o câncer de próstata é o sexto tipo mais comum no mundo e o mais prevalente em homens, representando cerca de 10% do total de cânceres. Sua taxa de incidência é cerca de seis vezes maior nos países desenvolvidos em comparação aos países em desenvolvimento.

Texto: Alexandre Kito

Multimídia

≪ Voltar para a Agência de Notícias

Notícias

Capacitações do Brasil Transparente acontecem nesta terça-feira em Patos

Publicado em 15 de abril de 2014

Vereadores e servidores das prefeituras e câmaras municipais de 34 municípios que polarizam a região de Patos iniciam, nesta terça-feira (15), capacitação pelo programa Brasil Transparente. O evento ocorrerá na Câmara Municipal de Patos e acontece até amanhã. Na oportunidade, os participantes obterão conhecimento relativo ao cumprimento da Lei de Acesso à Informação (n°12.527/2011) e ferramentas de transparência nos órgãos públicos.

A capacitação é proporcionada por meio de parceria entre a Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) e a Controladoria Geral da União (CGU). Patos será a terceira cidade a sediar os cursos do programa Brasil Transparente. As inscrições podem ser feitas pelo Portal da ALPB (www.al.pb.gov.br), por meio do e-mail capacitacoesalpb@gmail.com ou, presencialmente, no local do evento.

O auditor da CGU, Rodrigo Paiva, explica que a capacitação é curta, porém intensa. “Durante o curso, os participantes têm acesso a dicas e informações didáticas e aprendem sobre a criação e a manutenção das ferramentas de transparência e de acesso à informação, a exemplo de portais públicos com a apresentação de informações e dados da gestão”, explicou.

A capacitação do programa Brasil Transparente ocorrerá em sete municípios considerados pólos no Estado. O objetivo é atingir servidores e vereadores de todas as 223 cidades paraibanas. As atividades já ocorreram nas câmaras municipais de Cajazeiras e Sousa.

Sobre o Brasil Transparente

A CGU criou o programa Brasil Transparente para auxiliar os Estados e municípios na implementação de medidas de governo transparente previstas na Lei de Acesso à Informação (LAI). O objetivo é juntar esforços no incremento da transparência pública e na adoção de medidas de governo aberto.

A Lei de Acesso à Informação (n°12.527/2011) operacionaliza o direito constitucional do cidadão de requerer informações ao poder público. Ela dispõe de procedimentos a serem observados pela União, Estados, Distrito Federal e municípios, abrangendo tanto a administração direta como indireta.

Calendário
Confira abaixo o calendário das próximas capacitações:

Data

Município

Municípios envolvidos

15 e 16 de abril

Patos

34

23 e 24 de abril

Guarabira

24

28 e 29 de abril

Monteiro

18

6 e 7 de maio

Campina Grande

54

27 e 28 de maio

João Pessoa

38

 

Texto: Ângelo Medeiros

Multimídia

Imagens em alta resolução

10152419_523404951101866_2068146534_n
≪ Voltar para a Agência de Notícias

Notícias

Procon Legislativo registra aumento de 50% nos atendimentos à população

Publicado em 14 de abril de 2014

Procon_Legislativo_17_02O Procon da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) registra um aumento de 50% na quantidade de atendimentos realizados e de 80% no volume de questões resolvidas, por meio das intervenções preliminares realizadas pelo órgão. Os dados são comparados com as atividades registradas no primeiro mês de abertura. O órgão começou a funcionar em 18 de fevereiro.

De acordo com a coordenadora do Procon Legislativo, Ingrid Bezerra, o aumento da demanda ocorreu porque as pessoas estão conhecendo mais sobre o órgão. “O Procon da Assembleia Legislativa é novo, com apenas dois meses de funcionamento, e aos poucos as pessoas vão obtendo o conhecimento de que ele já está funcionando e buscam procurar o serviço. A tendência é que esse volume aumente ainda mais”, afirmou.

Ingrid Bezerra também comemora o aumento das questões que são resolvidas pelos atendimentos preliminares, realizados pelo Procon Legislativo diretamente com as empresas, sem que haja a necessidade da abertura de processo legislativo.

“Esse atendimento ocorre quando existe a queixa do consumidor e os nossos atendentes entram em contato direto com a empresa e a questão já é resolvida. Isso demonstra, na prática, que os fornecedores de bens e serviços estão mais cientes das suas responsabilidades”, explicou a coordenadora.

Novo sistema
Nos próximos dias o Procon Legislativo contará com o auxílio do Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (Sindec). Ele possibilitará o fornecimento dos números de atendimentos realizados, bem como os tipos de reclamações já documentadas e as empresas que geram o maior grau de insatisfação por parte dos consumidores do Brasil inteiro.

A concessão do Sindec foi proporcionada por meio de parceria com o Procon Estadual (Procon-PB). “O sistema integra processos e procedimentos relativos ao atendimento de consumidores nos Procons de todo o país, visando proporcionar um instrumento de gestão adequado ao dinamismo típico dos órgãos que promovem a defesa do consumidor”, comentou a coordenadora.

Dias de funcionamento
O Procon Legislativo funciona de terça a sexta-feira, das 8h às 12h, para atendimento presencial, e à tarde, de segunda a quinta-feira, das 14h às 18h, para a realização das audiências de conciliação entre o consumidor e os representantes das empresas. O órgão fica localizado na Rua das Trincheiras, 169, no Centro, em João Pessoa. O telefone de contato é 3214-4591.

Texto: Ângelo Medeiros

Multimídia

Imagens em alta resolução

Procon_Legislativo_17_02 DSC01160
≪ Voltar para a Agência de Notícias

Notícias

Batinga solicita reativação de cirurgias no Hospital Regional de Monteiro

Publicado em 10 de abril de 2014

batinga na tribunaA Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) aprovou requerimento do deputado Carlos Batinga (PSC) solicitando providências do Governo do Estado, através da secretaria estadual da Saúde, para restabelecer a realização de cirurgias do Hospital Regional de Monteiro.

Segundo o deputado, nos últimos dias as cirurgias foram suspensas por falta de material para realização de simples procedimento médico. “Alguns pacientes, servidores e médicos me procuram para denunciar que não existem sequer luvas, soro e esparadrapo no hospital”, disse.

Hospital

O Hospital Santa Filomena é considerado o terceiro maior complexo hospitalar da Paraíba, beneficiando diretamente a população de diversos municípios da região (Sumé, Camalaú, Prata, Ouro Velho, Zabelê, São Sebastião do Umbuzeiro, Congo, São João do Tigre, Coxixola, Caraúbas, Serra Branca, Amparo, Parari, São João do Cariri, São José dos Cordeiros, Livramento e Gurjão) todos polarizados por Monteiro.

Da assessoria de imprensa do deputado

Multimídia

≪ Voltar para a Agência de Notícias

Notícias

Servidores participam de capacitações do Brasil Transparente em Sousa

Publicado em 10 de abril de 2014

Vereadores e servidores das prefeituras e câmaras que compõem os 23 municípios da microrregião de Sousa, no Sertão paraibano, participam desde esta quarta-feira (9), da capacitação do programa Brasil Transparente. As aulas acontecem na Câmara Municipal de Sousa.A iniciativa é fruto de parceria entre a Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) e a Controladoria Geral da União (CGU). A próxima etapa será em Patos, nos dias 15 e 16.

Em Sousa, a capacitação será encerrada na tarde desta quinta-feira (10). Os participantes recebem aulas sobre a implementação da Lei de Acesso à Informação (12.527/2011), que operacionaliza o direito constitucional do cidadão de requerer informações ao poder público; e sobre as ferramentas de transparência pública.

“É direito de todo cidadão ter acesso à informação, e saber como a gestão administra os recursos. Essa é uma obrigação da gestão pública. Existe a intenção das prefeituras e câmaras em proporcionar a transparência, mas falta um pouco mais de conhecimento sobre a matéria. Por isso a importância do programa”, explica o auditor e coordenador do Núcleo de Prevenção à Corrupção (NAP) da CGU, Gabriel Aragão Wright.

Capacitações em Patos 
A ALPB e a CGU vão realizar capacitações do programa Brasil Transparente em mais cinco cidades. Em Patos, as aulas vão acontecer na Câmara Municipal, nos dias 15 e 16.

As inscrições para os cursos em Patos e nos demais cidades estão abertas e podem ser realizadas por meio do portal da ALPB, pelo e-mail capacitacoesalpb@gmail.com ou presencialmente nos locais das capacitações. O auditor da CGU, Rodrigo Paiva, explica que as aulas ocorrem sempre na modalidade presencial, durante dois dias consecutivos.

Calendário
Confira abaixo o calendário das próximas capacitações do programa Brasil Transparente, por meio da parceria entre a ALPB e CGU:

Data Município Municípios envolvidos
15 e 16 de abril Patos 34
23 e 24 de abril Guarabira 24
28 e 29 de abril Monteiro 18
6 e 7 de maio Campina Grande 54
27 e 28 de maio João Pessoa 38

Texto: Ângelo Medeiros 

Multimídia

Imagens em alta resolução

10152419_523404951101866_2068146534_n
≪ Voltar para a Agência de Notícias

Notícias

Lei de autoria de Daniella Ribeiro entra em vigor nesta quinta-feira

Publicado em 10 de abril de 2014

DANIELLA RIBEIRO (1)A partir desta quinta-feira (10) entra em vigor a Lei Estadual n. 10.258, de autoria da deputada estadual Daniella Ribeiro (PP), que ficou conhecida por proibir a cobrança do ponto extra de TV por assinatura na Paraíba. Todas as operadoras que atuam no Estado estão sujeitas ao que diz a lei, cujo objetivo é proteger o consumidor de possíveis abusos. A lei foi sancionada no dia 10 de janeiro pelo governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB).

O primeiro ponto da lei proíbe a utilização de estratégias de marketing tendentes à fidelização do consumidor que estabeleçam qualquer penalidade no caso dele promover extinção contratual. Ou seja, as operadoras não poderão mais estabelecer prazos que mantenham o consumidor “preso”, com risco de pagar multa por fazer qualquer alteração no plano ou até mesmo cancelá-lo.

O segundo ponto prevê que o ponto extra ou adicional de acesso ao plano contratado deverá ser gratuito, tanto na instalação quanto na mensalidade. A deputada alerta que algumas concessionárias tentem cobrar o que seria a locação do aparelho receptor e que, nestes casos, deverá ser oferecida a opção do consumidor comprar o dispositivo em qualquer loja. “Mesmo no caso do consumidor optar pela locação, o valor desta deve considerar o valor do aparelho, ou seja, ela não pode ser de um valor tal que indique estar havendo a cobrança pelo ponto extra disfarçada de locação”, destacou.

A lei prevê que as operadoras devem informar sobre o prazo restante para o termo final da promoções contratadas em todas as faturas ou boletos mensais. Também prevê um prazo de cinco dias para que a prestadora de serviço de TV por assinatura atenda e resolva a solicitação do consumidor e que será abatido, na mensalidade do mês subsequente, o valor proporcional ao período de tempo em que o usuário esteve sem a disponibilidade do serviço.

A lei também proíbe a prática de preços predatórios no tocante aos serviços individualmente considerados a fim de induzir o consumidor à aquisição combinada dos serviços para a obtenção de suposto desconto. Esta regra atinge aquelas situações em que as operadoras supervalorizam o valor individual dos serviços, apenas para forçar o consumidor a adquirir um determinado número de serviços conjugado (TV e Internet ou TV, Internet e telefone).

A deputada Daniella Ribeiro destaca que a fiscalização no cumprimento da lei é, em primeiro lugar, do consumidor, que deve denunciar eventuais abusos praticados pelas empresas. No plano legal, a fiscalização poderá ser exercida pelos órgãos de proteção e defesa do consumidor, como os Procons ou curadorias. “Nós tivemos o cuidado de fazer essa lei para proteger o cidadão para que situações de abuso não aconteçam. O importante é que a população saiba o seu direito e cobre das operadoras”, ressaltou.

As punições previstas pela lei são aquelas constantes do artigo 56, do Código de Defesa do Consumidor, no que for cabível. Entre outras sanções, o código prevê a aplicação de multa; suspensão de fornecimento de produtos ou serviço; e suspensão temporária de atividade. Estas sanções, como previsto no próprio CDC, podem ser aplicadas pelas autoridades administrativas competentes. “A Assembleia Legislativa da Paraíba está aberta para tirar qualquer dúvida”, frisou.

Da assessoria de imprensa da deputada

Multimídia

Imagens em alta resolução

DANIELLA RIBEIRO (4) DANIELLA RIBEIRO (1)
≪ Voltar para a Agência de Notícias

Notícias

Assembleia recebe elenco do filme “Por trás do céu”

Publicado em 9 de abril de 2014

9-4-14_AC ATORES DO FILME (24)A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) recebeu, nesta quarta-feira (9), a visita de parte do elenco do filme ‘Por trás do céu’, que está em João Pessoa para gravar as primeiras cenas do longa-metragem. Estavam presentes os atores Emilio Orciollo Netto, Nathalia Dill, Paula Burlamaqui, o produtor da Elixir Entretenimento, Denis Feijão, e o diretor Caio Sóh.

O filme, que tem o apoio do Poder Legislativo, começa a ser gravado este mês e será rodado na capital e na cidade de Cabaceiras, no Cariri do Estado. As locações vão acontecer no Lajedo de Pai Matheus e a obra também contará com a participação da atriz paraibana Mayana Neiva.

A produção de ‘Por Trás do Céu’ esteve presente na sede do Poder Legislativo pela segunda vez, e foi recebida pelo presidente da Casa, deputado Ricardo Marcelo (PEN), que destacou a importância do apoio. “É uma parceria muito importante que irá ajudar a divulgar as belezas do nosso Estado e que também contemplará atores paraibanos”, disse o parlamentar.

O filme conta a história do casal Aparecida e Edvaldo, interpretados por Nathalia Dill e Emilio Orciollo. Eles moram no alto de uma pedra e querem construir um foguete. A pedra é no Lajedo do Pai Mateus, considerado pelo elenco um dos lugares mais bonitos e com o céu lindo. Sendo este o principal motivo para a escolha da locação.

9-4-14_AC ATORES DO FILME (17)Segundo o enredo apresentado pelo diretor Caio Sóh, o filme se passa em um lugar esquecido, assolado pela pobreza e pela falta de mínimas condições básicas. Neste lugar, a vida brota diariamente a partir dos sonhos de Aparecida, mulher forte, simples e com grande fascinação pelo saber.

“O filme propõe a discussão dos sonhos, medos e angústias que são intrínsecos a todo e qualquer ser humano. Valores são questionados a todo o momento durante o mapeamento e descoberta da distância entre nossos sonhos e a realidade imposta pelo mundo. Discute-se o homem contemporâneo através de personagens tipos, porém, cheios de humanidade e simplicidade”, sintetizou o diretor.

Texto: Alexandre Kito

Fotos: Arnóbio Costa e Aguinaldo Mota

Multimídia

Imagens em alta resolução

9-4-14_AC ATORES DO FILME (17) 9-4-14_AC ATORES DO FILME (24)
≪ Voltar para a Agência de Notícias

Notícias

ALPB prestigia Semana Acadêmica de Arquivologia da UEPB

Publicado em 9 de abril de 2014

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) prestigiou a Primeira Semana Acadêmica de Arquivologia da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), que teve início na manhã desta quarta-feira (9). O evento, que contou com a participação de estudantes, docentes e profissionais arquivistas, será realizado até a próxima sexta-feira (11).

O encontro tem a finalidade de criar diálogos sobre as diversas nuances arquivísticas, abordando discussões de modo colaborativo, contando com palestras, oficinas e minicursos, doação de livros, além da apresentação de projetos culturais do curso e de interesse da sociedade, resgate da memória.

Durante a manhã os participantes participaram de palestras ministradas por profissionais da área que discutiram sobre a realidade da profissão no mercado de trabalho em todo o país. A coordenadora do curso se arquivologia da UEPB, Maria José Cordeiro de Lima, destacou o objetivo do encontro. “Nossa proposta é mostrar aos nossos alunos um novo universo, através de palestras, debates, oficinas, dentre outros”, disse a professora.

A arquivista da Universidade Federal de Pernambuco e docente da UEPB, Danielle Alves, foi uma das palestrantes na abertura do evento e discutiu pontos importantes para o crescimento do profissional no mercado trabalhista.

“O que desejamos para nossos futuros profissionais é que eles ampliem a capacidade instalada para cumprir sua missão institucional, na qual os pilares ensino, pesquisa e extensão serão contemplados a partir da necessidade de atendimento de uma demanda reprimida na formação de arquivistas em nosso Estado”, explicou.

Estavam presentes compondo a mesa do evento o arquivista do Sesc, Josivan Soares; o arquivista da IFPB, José Canuto da Silva; o arquivista e funcionário da Secretaria de Saúde, Everaldo Bezerra e o arquivista do Senai, Régia Félix.

Multimídia

Imagens em alta resolução

arq1-300x225
≪ Voltar para a Agência de Notícias

Fotos

  • 9-4-14_JG ATORES  DO FILME GRAVADO EM CABACEIRAS (7)
  • 9-4-14_JG ATORES  DO FILME GRAVADO EM CABACEIRAS (5)
  • 9-4-14_JG ATORES  DO FILME GRAVADO EM CABACEIRAS (4)
  • 9-4-14_AC ATORES DO FILME (28)
+ Ver outras