Pular para conteudo principal

Notícias

Gilma Germano se licencia e Monaci Marques volta à ALPB

Publicado em 24 de abril de 2014
10-9-13_JG MONACI (23)A deputada Gilma Germano (PPS) pediu licença da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) para assumir a Secretaria de Estado da Interiorização e Ação de Governo, na administração estadual. O ato foi publicado na edição desta quinta-feira (24), do Diário do Poder Legislativo (DPL).Na mesma edição do DPL, foi publicada a convocação do primeiro suplente da coligação PPS, PTN, PTC, PV e PRP, Monaci Marques, para reassumir a cadeira de deputado estadual na Casa de Epitácio Pessoa. Ele já cumpriu quatro meses de mandato, entre os últimos meses de novembro e fevereiro.

“Com muita fé em Deus e vontade de servir ao povo paraibano, retorno a esta Casa Legislativa para apresentar um maior número de proposituras possíveis, trabalhar pela população, pelos trabalhadores, pelos servidores públicos, levando ações do Governo nas áreas de saúde, educação, cultura e segurança a todas as regiões da Paraíba”, disse o deputado Monaci Marques. O deputado retorna à ALPB para compor a bancada de sustentação ao Governo.

Perfil  
Monaci Marques Dantas é natural do município de Patos, tem 42 anos, é casado e economista formado pela Faculdade Integrada de Patos (FIP). Por duas vezes, ele já executou os cargos de vereador e de presidente da Câmara Municipal de Vista Serrana.

Também já foi prefeito daquele município por dois mandatos. Foi eleito primeiro suplente de deputado estadual, em 2010.

Texto: Ângelo Medeiros

Multimídia

≪ Voltar para a Agência de Notícias

Notícias

Audiência discute projeto que institui transporte público complementar

Publicado em 23 de abril de 2014

23-4-14_JG AUDIENCIA PÚBLICA-ALTERNATIVOS (4)A Comissão de Desenvolvimento, Turismo e Meio Ambiente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) realizou audiência pública, na tarde desta quarta-feira (23), para debater o Projeto de Lei 1.847/2013, de autoria do Governo do Estado, que visa instituir o transporte público complementar dentro do sistema de transporte intermunicipal de passageiros.

Na próxima quarta-feira (30), os parlamentares vão se reunir novamente com os membros da categoria para definir a elaboração das emendas para que a proposta seja votada.

O presidente da Comissão de Desenvolvimento, deputado Anísio Maia (PT), destacou a necessidade de reunir parlamentares e representantes dos alternativos para também discutir junto ao Departamento de Estradas e Rodagem do Estado (DER).

“O problema é que este projeto foi discutido pelo governo com algumas entidades, porém não houve a participação de todos da categoria. Eles ficaram sem a oportunidade de contribuir com a elaboração. Os trabalhadores nos procuraram e decidimos então realizar esta audiência para chegar num ponto comum. Através deste debate queremos tentar adequar e melhorar a proposta e desta forma nenhum setor ser excluído”, explicou Anísio Maia.

A proposta encaminhada pelo Poder Executivo ao Legislativo Estadual está sendo apreciada pela Comissão de Desenvolvimento e, a partir da discussão realizada durante a audiência, serão analisadas formas para que a aprovação beneficie toda a categoria.

23-4-14_JG AUDIENCIA PÚBLICA-ALTERNATIVOS (8)O deputado Raniery Paulino (PMDB) lamentou a ausência do DER na reunião para esclarecer de que forma será feita a regulamentação. “O DER deveria estar aqui auxiliando a categoria para que as mudanças possam servir como benefícios para todos. É necessário que haja diálogo, pois as informações precisam estar muito bem amarradas. O órgão deve dar todas as respostas e tirar as dúvidas”, disse.

A matéria determina que o transporte alternativo deve atender as áreas não servidas pelo serviço convencional ou onde este se mostre inadequado para atender a demandar. Também afirma que cabe ao Departamento de Estradas de Rodagem disciplinar, organizar e fiscalizar a qualidade dos serviços.

Porém, os trabalhadores não concordam com alguns pontos especificados na matéria, como a padronização e o quantitativo dos veículos, valores de tarifas, percursos e horários.

O presidente do Sindicato dos Alternativos da Paraíba, Iramar Meneses, destacou a necessidade de unir a categoria para que aconteçam as mudanças. “Trouxemos representantes de todas as regiões do Estado com o objetivo de, através da discussão, melhorar o projeto e regulamentar. Somos o único Estado no Brasil que não é regulamentado e acreditamos que com o bom senso vamos conseguir benefícios para todos”, afirmou.

Estiveram presentes, compondo a mesa, os deputados Guilherme Almeida (PSC), Frei Anastácio (PT), Caio Roberto (PR), Janduhy Carneiro (PTN), além de Anísio Maia e Raniery Paulino.

Texto: Alexandre Kito
Fotos: Josivan Gomes

Multimídia

Imagens em alta resolução

23-4-14_JG AUDIENCIA PÚBLICA-ALTERNATIVOS (4) 23-4-14_JG AUDIENCIA PÚBLICA-ALTERNATIVOS (8)
≪ Voltar para a Agência de Notícias

Notícias

Deputados discutem sobre gestão do Hospital de Trauma e 31 anos de Mangabeira

Publicado em 23 de abril de 2014

Os deputados discutiram, na sessão ordinária desta quarta-feira (23), sobre a gestão da Cruz Vermelha no Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, os 31 anos do bairro de Mangabeira, e sobre a lei estadual que assegura a gratuidade em pontos de TV por assinatura.

O deputado Aníbal Marcolino (PEN) ocupou a tribuna para relatar um histórico sobre a gestão pactuada do HETSHL, entre o Governo do Estado e a Cruz VerIMG_7487melha Brasileira. Segundo ele, “há indícios de irregularidade identificados no repasse dos recursos destinados à administração do hospital “.

“O Hospital de Trauma era gerido com R$ 4 milhões e o Governo aumentou o repasse para R$ 8 milhões. Hoje recebe mais de R$ 10 milhões. O gasto mensal com a folha da diretoria do HETSHL é de quase 100 mil reais (R$ 98.400), incluindo os R$ 22.400 pagos só ao diretor técnico”, disse Anibal Marcolino.

Ele complementou: “Aguardo que o Ministério Público tome as medidas cabíveis e tente resgatar o dinheiro que foi gasto com o pagamento destinado a quem administra o Trauma”.

Em aparte, o deputado Trócolli Júnior (PMDB) parabenizou o pronunciamento de Aníbal e também criticou os membros da administração do HETSHL. “Vossa excelência foi um dos primeiros a mostrar o grande engodo que é a Cruz Vermelha na Paraíba. Quando são levantadas as questões na Justiça, em torno dos administradores daquele Hospital, ai é que aparece a vergonha. A Cruz Vermelha cobra R$ 1,1 milhão apenas de taxa de administração, o que é um absurdo, um roubo a Paraíba”, afirmou.

José Aldemir (PEN) disse que o Hospital de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes, de Campina Grande, que é administrado pelo Governo do Estado e atende uma maior quantidade de pacientes oriundos de vários municípios do Agreste e Sertão paraibano, é gerido com “50% dos recursos destinados à Cruz Vermelha”.

Aniversário de Mangabeira
Presidindo a sessão, o vice-presidente da ALPB, Edmilson Soares (PEN), parabenizou o bairro de Mangabeira, em João Pessoa, pelos 31 anos de fundação, comemorados nesta quarta-feira. “Em nome de todos os 36 deputados desta Casa, a Mesa Diretora externa os parabéns aos queridos moradores deste bairro-cidade. Sintam-se todos abraçados pelos membros do Parlamento paraibano”, disse.

IMG_7748Os deputados Wilson Braga (PV), Branco Mendes (PEN) e Toinho do Sopão (PEN) também reverenciaram o aniversário do bairro mais populoso da Capital. “É um bairro-cidade com moradores de todos os cantos desta cidade. Um local onde todos são bem vindos, do Litoral ao Sertão deste Estado. Em 31 anos de luta foram várias as conquistas, mas é preciso muito mais”, disse Toinho do Sopão.

Retorno à ALPB
Durante a sessão, a Mesa Diretora e os parlamentares presentes parabenizaram o deputado Vital Costa (PP) pelo retorno à ALPB. Ele assume a vaga de Carlos Dunga (PTB), que se afastou por 124 dias para tratamento de saúde e por motivos pessoais. “Seja bem vindo Vital Costa, um amigo de longas datas e tenho a certeza que o senhor irá contribuir e muito com os debates nesta Casa”, disse Frei Anastácio.

“De forma carinhosa, recebemos o deputado Vital Costa que chega com a sua competência para contribuir com os debates na Assembleia Legislativa da Paraíba”, comentou Daniella Ribeiro.

Vital Costa agradeceu as referências dos colegas de parlamento. “Obrigado a todos pelas deferências. Fico feliz em ver essa receptividade”, disse.

Vetos do Executivo
O deputado Toinho do Sopão (PEN) criticou a quantidade de vetos do Poder Executivo a projetos de Lei de autoria dos deputados estaduais. Segundo ele, já foram 230 matérias vetadas em três anos.

“Do total de vetos da atual gestão, 70% foram para projetos apresentados pelos deputados da bancada de oposição”, disse Toinho do Sopão.

O deputado Frei Anastácio (PT) teceu críticas aos recursos destinados ao atendimento dos pleitos oriundos do Orçamento Democrático Estadual (ODE). Segundo ele, foi aprovada, em 2012, a destinação de R$ 1,979 milhão em recursos para a Fundação de Apoio ao Deficiente (Funad), durante as audiências regionais realizadas em várias regiões da Paraíba. “O valor foi incorporado a Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2013, mas, no entanto, apenas R$ 307 mil foram gastos”, disse.

Serviço de televisão por assinatura 
A deputada Daniella Ribeiro (PP) cobrou o cumprimento da Lei Estadual 10.258, de sua autoria, promulgada pelo presidente da IMG_7685ALPB, Ricardo Marcelo (PEN). A legislação ficou conhecida por proibir a cobrança do ponto extra de TV por assinatura na Paraíba.

Segundo Daniella, todas as operadoras que atuam no Estado estão sujeitas ao que diz a lei, cujo objetivo é proteger o consumidor de possíveis abusos. “Vamos cobrar do Ministério Público que assegure o benefício para o cidadão que mais precisa. Quem se sentir lesado pelas operadoras, pode procurar o Procon, o Ministério Público e a Justiça. Esta Lei foi criada para beneficiar o consumidor que já paga tributos altíssimos”, justificou.

Construção da Acadepol
Anísio Maia (PT) ocupou a tribuna para fazer referência à reportagem que apontou irregularidades na construção da nova Academia de Polícia (Acadepol). O deputado também voltou a questionar a forma da permuta feita.

Texto: Ângelo Medeiros
Fotos: Ricardo Puppe

Multimídia

Imagens em alta resolução

IMG_7613 IMG_7539 IMG_7487 IMG_7556 IMG_7748 IMG_7685 IMG_7600
≪ Voltar para a Agência de Notícias

Notícias

Projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias 2015 chega a ALPB

Publicado em 23 de abril de 2014

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) recebeu, nesta quarta-feira (23), o projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) – nº 1.920/2014, encaminhado pelo Governo do Estado.

A matéria apresenta as metas anuais para o triênio 2015-2017, a evolução do patrimônio líquido, origem e aplicação dos recursos de desestatizações, a situação financeira e atuarial do regime geral de previdência, a expansão das despesas obrigatórias de caráter continuado e a renúncia fiscal.A proposta será enviada para os parlamentares da Casa para ser analisada e seguirá para a Comissão de Acompanhamento e Controle da Execução Orçamentária onde será elaborado um calendário de trabalhos relativos à discussão da matéria, com prazos para apresentação de emendas.

A votação do projeto em plenário deve acontecer até 20 de junho. Segundo o presidente da Comissão de Orçamento, deputado Raniery Paulino (PMDB), a análise da proposta vai contar com o apoio técnico de funcionários do governo e do Tribunal de Contas.

“A matéria será analisada por todos os representantes da Comissão, vamos definir um relator e trabalhar para que seja apreciada e votada dentro do prazo estimado, pois sabemos que a ALPB não pode entrar em recesso antes de votar a LDO”, explicou Raniery Paulino.

O projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias obedece aos dispositivos da Lei de Responsabilidade Fiscal e foi elaborada de modo a evidenciar a transparência e a responsabilidade na gestão fiscal.

A LDO dispõe sobre as despesas com pessoal e encargos sociais, sobre as alterações na legislação tributária e estabelece as diretrizes gerais formuladas segundo as prioridades do Governo.

Texto: Alexandre Kito

Baixe o projeto da LDO aqui

Multimídia

≪ Voltar para a Agência de Notícias

Notícias

Comissão aprova data de audiência pública para debater contas do Governo e três MPs

Publicado em 23 de abril de 2014

IMG_7339A Comissão de Orçamento e Controle da Execução Orçamentária da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), em reunião ordinária nesta quarta-feira (23), aprovou a data da realização de audiência pública para debater o processo de prestação de contas do Governo Estadual, referente ao exercício de 2011.

A audiência ocorrerá no dia 14 de maio, às 14h, no Plenário Deputado José Mariz. Ainda durante a reunião da Comissão de Orçamento, também foram referendadas três Medidas Provisórias (MPs) do Poder Executivo.

“Serão convidados para a audiência pública toda e qualquer pessoa interessada em debater a matéria, representantes de categorias e entidades de classe, bem como conselheiros e auditores do Tribunal de Contas do Estado, membros do Poder Judiciário, o governador e membros do Poder Executivo. Vamos fazer uma audiência rica em debates, assim como tem ocorrido na história desta Casa Legislativa”, disse o presidente da Comissão, o deputado Raniery Paulino (PMDB).

Medidas Provisórias - Os deputados aprovaram, por unanimidade, a Medida Provisória (MP) 213/2013, do Governo do Estado, que promove alteração em dispositivos da Lei Estadual 8.481/2008, que instituiu o programa Bolsa Atleta, do Governo do Estado.

A matéria tem o objetivo de estabelecer o apoio financeiro, entre um e cinco salários mínimos, para os atletas e técnicos de rendimento das modalidades olímpicas e paraolímpicas, reconhecidas respectivamente pelo Comitê Olímpico Brasileiro e Comitê Paraolímpico Brasileiro.

Reserva da Polícia Militar
IMG_7345Também por unanimidade, os deputados aprovaram a MP 214/2013, que promove alteração em dispositivo da Lei 3.909/1977, que modifica a idade limite de permanência de policiais militares na reserva remunerada. De acordo com o novo texto da legislação, para capitão, l° e 2° tenentes e subtenente, a idade será de 64 anos; para 1º e 2º sargentos, 63 anos; e para 3º sargento, cabo e soldado, 62 anos.

A MP 214 também modificou dispositivo da Lei 9.353/2011, estabelecendo como critério para ingresso no corpo voluntário de militares, denominado Guarda Militar da Reserva, o teste de aptidão física e exame de sanidade mental, ambos regulamentados por ato do Comandante da Polícia Militar da Paraíba.

Perdão de dívidas das motocicletas
Logo após, os membros da Comissão aprovaram a MP 215/2013, que concede o perdão de créditos tributários e multas constituídas, relativos ao Imposto sobre Propriedade de Veículo Automotor (IPVA), e as taxas estaduais, vinculadas ao Detran-PB, bem como sobre o parcelamento destas taxas. A medida é exclusiva para os proprietários de motocicletas nacionais, com até 150 cilindradas.

A Comissão aprovou a matéria com a inclusão de duas emendas parlamentares, uma de Anísio Maia (PT) e outra de Gervásio Maia (PMDB). A primeira obriga o Estado a indenizar os proprietários que tiverem as motocicletas deterioradas durante o período em que estiver parada no pátio do Detran. Já a segunda assegura o direito de receber o veículo em perfeito estado de conservação, da mesma forma que estava quando foi apreendida.

Participaram da reunião da Comissão de Orçamento e Controle da Execução Orçamentária os deputados Raniery Paulino, Frei Anastácio (PT), Caio Roberto (PR), Toinho do Sopão (PEN), Lindolfo Pires (Democratas), Antonio Mineral (PSDB) e Jutay Menezes (PRB).

Texto: Ângelo Medeiros
Fotos: Ricardo Puppe

Multimídia

Imagens em alta resolução

IMG_7339 IMG_7345
≪ Voltar para a Agência de Notícias

Notícias

Carlos Dunga se licencia e Vital Costa assume vaga na ALPB

Publicado em 23 de abril de 2014

IMG_7443A licença do deputado Carlos Dunga (PTB) e a convocação do suplente Vital Costa (PP) foram publicadas na edição desta quarta-feira (23) do Diário do Poder Legislativo.

O deputado Carlos Dunga vai se afastar por 124 dias, nos quais conforme atestado médico, quatro dias serão para tratamento de saúde. Segundo o parlamentar, os outros 120 dias de afastamento do mandato parlamentar serão por motivos pessoais.

“É uma satisfação imensa e estou consciente da responsabilidade que temos, e do trabalho que precisamos cumprir e da missão que estamos recebendo novamente para que possamos corresponder às expectativas do povo da Paraíba”, disse  Vital Costa.

Ele havia ocupado a vaga da deputada Daniella Ribeiro (PP), que também se licenciou.  Agora o parlamentar deve permanecer na Casa até o mês de agosto de 2014.

“Com um gesto de lealdade, de correção de caráter e confiança, o deputado Dunga me abre este espaço e com certeza vou procurar corresponder a altura a expectativa da população”, ressaltou Vital Costa.

Texto: Alexandre Kito
Fotos: Ricardo Puppe

Multimídia

Imagens em alta resolução

IMG_7443
≪ Voltar para a Agência de Notícias

Notícias

Semana de Prevenção ao Câncer de Próstata orienta população sobre leis e exames

Publicado em 22 de abril de 2014

22_4_14_JG_CAMPANHA_DA_PR_STATA_2014_43_A terceira edição da Semana Estadual de Prevenção ao Câncer de Próstata teve início nesta terça-feira (22). Em João Pessoa, a campanha vem acontecendo em quatro pontos: Parque Sólon de Lucena, Mercado de Mangabeira, Busto de Tamandaré e Praça da Paz, nos Bancários.

Além do direcionamento para as unidades de saúde do município e orientações sobre as formas de prevenção do câncer, os visitantes que se dirigiram aos locais onde estão acontecendo as atividades puderam conhecer melhor as leis estaduais que beneficiam os pacientes vítimas da doença.

“É importante alertar a população sobre o tema para que os homens possam se prevenir cada vez mais contra a doença. A saúde deve ser prioridade”, afirmou o presidente da ALPB, Ricardo Marcelo (PEN).

O deputado Anibal Marcolino, presidente da Comissão de Saúde, Saneamento, Assistência Social, Segurança Alimentar e Nutricional da Casa, também ressaltou a importância da data.

“Todos os anos o Legislativo intensifica esta iniciativa plausível da Mesa Diretora, devido a sua preocupação com a saúde da população paraibana. O trabalho de orientação está sendo amplamente divulgado na Capital e em outros municípios do Estado”, comentou Anibal Marcolino.

22_4_14_JG_CAMPANHA_DA_PR_STATA_2014_26_A campanha de prevenção acontece no Parque Sólon de Lucena, no Centro, e Mercado de Mangabeira, das 8h às 12h, e das 12h às 16h; e na Praça da Paz, nos Bancários, e no Busto de Tamandaré, das 17h às 21h. As ações se estendem até o dia 26.

Em outras 19 cidades paraibanas serão realizadas, de 5 a 9 de maio, palestras de orientação sobre a doença e exames médicos. São elas: Juripiranga, Serra da Raiz, Mulungu, Pirpirituba, Solânea, Arara, Umbuzeiro, Cuitegi, Cuité, Itatuba, Coremas, Serra Branca, Piancó, Várzea, Santa Luzia, Emas, São Domingos, Nazarezinho e Poço Dantas.

A Semana Estadual de Prevenção ao Câncer de Próstata ocorre em cumprimento à Lei 8.609/09, definida por meio de propositura do presidente da Casa de Epitácio Pessoa.

Texto: Alexandre Kito

Fotos: Josivan Gomes

Multimídia

Imagens em alta resolução

22_4_14_JG_CAMPANHA_DA_PR_STATA_2014_26_ 22_4_14_JG_CAMPANHA_DA_PR_STATA_2014_43_
≪ Voltar para a Agência de Notícias

Notícias

Capacitações do Brasil Transparente acontecem nesta quarta em Guarabira

Publicado em 22 de abril de 2014

As capacitações do programa Brasil Transparente acontecem nesta quarta (23) e quinta-feira (24) em Guarabira, para vereadores e servidores de câmaras e prefeituras de 24 municípios que polarizam a região. O evento acontece na Câmara Municipal.

Os cursos são realizados por meio de parceria entre a Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) e a Controladoria Geral da União (CGU). Os cursos já foram ministrados nas regiões de Cajazeiras, Sousa e Patos.

Também estão programadas, até maio, capacitações nos municípios de Monteiro, Campina Grande e João Pessoa. O objetivo é atingir as Casas Legislativas dos 223 municípios paraibanos.

Durante as aulas, os participantes obtêm conhecimento sobre a implementação da Lei de Acesso à Informação e as ferramentas de transparência pública.

O auditor da CGU, Rodrigo Paiva, destacou que a participação tem sido positiva nos cursos. ”Nas três primeiras cidades houve uma grande participação. Pudemos perceber o interesse dos servidores e vereadores em efetivamente implementar a Lei de Acesso à Informação”, afirmou.

As inscrições para participar dos cursos estão abertas e podem ser feitas pelo portal da ALPB, por meio do e-mail capacitacoesalpb@gmail.com ou presencialmente nos locais das capacitações.

Sobre o Brasil Transparente
A CGU criou o programa para auxiliar Estados e municípios na implementação de medidas de governo transparente previstas na Lei de Acesso à Informação (LAI). O objetivo é juntar esforços no incremento da transparência pública e na adoção de medidas de governo aberto.

A Lei de Acesso à Informação (n°12.527/2011) operacionaliza o direito constitucional do cidadão de requerer informações ao poder público. Ela dispõe de procedimentos a serem observados pela União, Estados, Distrito Federal e municípios, abrangendo tanto a administração direta como indireta.

As capacitações são realizadas nas sedes das câmaras municipais.

Texto: Alexandre Kito

Multimídia

Imagens em alta resolução

brasil transparente_logo escolhida-01
≪ Voltar para a Agência de Notícias

Notícias

Reportagem – Campanha Câncer de Próstata

Publicado em 22 de abril de 2014

Multimídia

≪ Voltar para a Agência de Notícias

Notícias

Comissão de Orçamento aprecia dez matérias nesta quarta

Publicado em 22 de abril de 2014

 As comissões de Orçamento e Controle da Execução Orçamentária e Desenvolvimento, Turismo e Meio Ambiente se reúnem nesta quarta (23), no plenário José Mariz. A de Orçamento se reúne às 8h30 para analisar sete medidas provisórias do Governo do Estado e três projetos de leis. Já às 15h, a Comissão de Desenvolvimento realiza uma audiência pública para discutir sobre o transporte intermunicipal.

Dentre as matérias a serem analisadas pela Comissão de Orçamento estão a Medida Provisória que dispõe sobre a contratação por tempo determinado para atender a necessidade temporária de excepcional interesse público e a MP que define o reajuste para o servidor Publico Estadual.

Já os projetos de leis são para regulamentar a competência e as atribuições da Corregedoria Geral, a criação do Sistema Estadual de Inteligência de Segurança e Defesa Social e sobre a remuneração dos cargos de Auditores Substitutos de Conselheiros e dos Membros do Ministério Público junto ao TCE/PB.

Segundo o presidente da comissão, deputado Raniery Paulino (PMDB), a reunião de amanhã também vai definir sobre a metodologia e a data para a realização do audiência pública que tem por objetivo analisar as contas do Governo do Estado relativas ao ano de 2011.

Já a Comissão de Desenvolvimento prossegue os trabalhos executados na ALPB que tem por objetivo discutir e criar leis que favoreçam a população que utiliza o transporte público e que culminou com a realização de duas audiências públicas no ano passado, além da criação da Frente Parlamentar em Defesa do Transporte Coletivo com Qualidade e Segurança para discutir e propor políticas públicas que garantam qualidade e melhorias aos usuários do sistema de transporte público. 


Texto: Eliseu Lins

Multimídia

≪ Voltar para a Agência de Notícias

Fotos

  • 9-4-14_JG ATORES  DO FILME GRAVADO EM CABACEIRAS (7)
  • 9-4-14_JG ATORES  DO FILME GRAVADO EM CABACEIRAS (5)
  • 9-4-14_JG ATORES  DO FILME GRAVADO EM CABACEIRAS (4)
  • 9-4-14_AC ATORES DO FILME (28)
+ Ver outras