Pular para conteudo principal

Notícias

CPI da Telefonia ouve presidente da Claro sobre atuação da empresa no Estado

Publicado em 20 de junho de 2016

20062016 - CPI da Telefonia Móvel - ©nyll pereira 7 _DSC1094A Comissão Parlamentar de Inquérito que investiga danos ao consumidor causados pelas empresas de Telefonia Móvel, Fixa, Internet banda larga e TV por assinatura realizou sessão pública nesta segunda-feira (20) para ouvir o presidente da Claro, José Antonio Guaraldi Félix. Durante a Sessão na Assemblei Legislativa da Paraíba, o representante da companhoa falou sobre a atuação da empresa no Estado e os indícios de irregularidades encontrados pelas investigações.

A sessão ocorreu no plenário José Mariz e contou com a presença do presidente da Comissão, deputado João Gonçalves; a vice-presidente Camila Toscano; o relator Bosco Carneiro; e os deputados Zé Paulo de Santa Rita, Renato Gadelha, Ricardo Barbosa e Inácio Falcão.

De acordo com José Antônio Félix, sua participação na CPI foi para relatar a atuação da empresa na Paraíba e tentar 20062016 - CPI da Telefonia Móvel - ©nyll pereira 5 _DSC1088responder aos questionamentos dos parlamentares. Acompanhado de cinco funcionários da Claro, entre diretores e advogados, o presidente da empresa garantiu que o setor é extremamente regulado e fiscalizado. “Nada é empurrado para o consumidor pagar. Eventualmente o consumidor é mal informado e acabar aceitando novos serviços que ele não quer”, ponderou.

José Félix também ressaltou que a empresa tem vários dispositivos para comprovar que atendem às obrigações da Anatel e não podem fazer nada que esteja fora da regra. “Qualquer tarifa cobrada indevidamente é devolvida porque não somos nós que fazemos as regras. Toda vez que detectamos um eventual erro somos obrigados a devolver o dinheiro em dobro”, pontuou.

20062016 - CPI da Telefonia Móvel - ©nyll pereira 8 _DSC1100O presidente da Claro também salienta que o serviço de call center é um problema do Brasil de forma geral, pois o serviço tem uma imagem negativa e muitas vezes o primeiro emprego dos brasileiros. “Temos um call center com seis mil pessoas, que são treinadas para minimizar qualquer insatisfação do consumidor”, disse. Atualmente a Claro S/A é detentora da Claro, Embratel e NET.

José Félix também falou sobre dificuldades da empresa, como a falta de de infraestrutura para a instalação de antenas, assim como leis estaduais restringindo a instalação de equipamentos. Ainda assim, declarou que a empresa investiu R$ 74 milhões no Estado no ano passado e que esses investimentos são para expansão dos serviços e que os investimentos em 2014 foram de R$ 43 milhões e 2013 R$ 37 milhões.

O presidente João Gonçalves rebateu o presidente da Claro e ressaltou que todas as irregularidades relatadas e questionadas na sessão são frutos das investigações que a Comissão tem feito desde sua instalação. “Eu estou mais 20062016 - CPI da Telefonia Móvel - ©nyll pereira 6 _DSC1092preocupado porque não vemos que a empresa busque alternativas e investimentos para melhorar o serviço de telefonia na Paraíba”, destacou.

Segundo o deputado Bosco Carneiro, diferente do que foi alegado por José Felix, a má prestação dos serviços é unânime com todos os usuários e o relatório da CPI da Telefonia Móvel apontou 19 irregularidades, desde danos morais até a morte de usuários na Paraíba. “Também encontramos durante as investigações a falta, queda ou interrupção de sinal, cobranças indevidas, call center que não resolvem os problemas e indícios de sonegação fiscal. Além disso, a Anatel não fiscaliza, é omissa, conivente, ineficaz e contraria dispositivos do Código de Defesa do Consumidor (CDC)”, atestou.

Bosco revelou ainda que menos de 2% das multas aplicadas pela Anatel são pagas pelas operadoras e mostrou que dados da empresa divulgados em sessões anteriores dão conta de que a Claro investiu de R$ 8 bilhões no Brasil em 2015 e R$ 10 bilhões em 2014. Na Paraíba, foram investidos R$ 16 milhões, quando proporcionalmente era pra ter sido investido R$ 142 milhões. A Claro atua em 78 cidades do Estado e tem atualmente 1,280 milhão de usuários na Paraíba e 71 milhões de clientes no país.

A 53ª Sessão Pública da CPI da Telefonia também contou com a presença do diretor-geral do Programa de Proteção e Defesa do Consumidor do Ministério Público da Paraíba (MP-Procon), Glauberto Bezerra, assim como representantes da sociedade civil organizada e o procurador da Assembleia, Adalberto Falcão.

 

Multimídia

≪ Voltar para a Agência de Notícias

Notícias

Audiência Pública debate situação do Centro Histórico

Publicado em 17 de junho de 2016
16062016 - Audiência discute problemas do Centro Histórico de J. P. - ©nyll pereira 32 _DSC0941A Assembleia Legislativa do Estado realizou, nesta quinta-feira (16), uma Audiência Pública através da Frente Parlamentar em Defesa do Meio Ambiente e que contou com a presença de diversos setores da sociedade. O evento ocorreu na sede do Instituto de Arquitetos do Brasil na Paraíba (IAB-PB).
Durante a Audiência, os participantes decidiram pela elaboração de uma documento relatando a situação do local para ser entregue ao Poder Público. Além da deputada Estela Bezerra, autora da propositura da Audiência, o evento contou com a presença dos deputados Bosco Carneiro e Anísio Maia.
Para Estela Bezerra, o Centro Histórico tem passado por um processo de degradação em função da desaceleração que16062016 - Audiência discute problemas do Centro Histórico de J. P. - ©nyll pereira 49 _DSC0995 a atual gestão municipal tem sido com a falta de políticas públicas na região. “Só com ação do poder público, aliado à participação da sociedade para que nosso Centro Histórico possa recuperar seu potencial. O Centro Histórico não pode ser abandonado”, lamentou.
Estela destaca ainda que o Centro Histórico é reconhecido pelo patrimônio histórico do Brasil e não pode ser esquecido. “Muitas pessoas defendem esse local e nosso objetivo é incentivar cada vez mais ações do Poder Público, ouvindo esses agentes que aqui atual e trazendo a Assembleia Legislativa para contribuir com o crescimento da região”, pontuou.
Já o deputado Bosco Carneiro, que preside a Frente Parlamentar em Defesa da Cultura, destacou o importante papel 16062016 - Audiência discute problemas do Centro Histórico de J. P. - ©nyll pereira 26 _DSC0925que o Centro Histórico tem na produção cultural. “Precisamos preservar e dar oportunidade para que todos conheçam essa região histórica. Mas para isso é necessário discutir políticas públicas e a deputada Estela Bezerra foi muito feliz ao trazer essa discussão para a
Assembleia”, ressaltou.
Joalisson Cunha, representante do Fórum Municipal de Patrimônio Cultural de João Pessoa, fez uma exposição sobre a realidade do local e relatou a falta de investimentos em infraestrutura e políticas culturais. “É preciso pensar na importância que as pessoas que aqui vivem e no que o Poder Público pode fazer para melhorar a vida dessas pessoas. O Centro Histórico não é só prédio, tem muitos que aqui vivem e tiram o sustento”, ressaltou.
Também participaram da Audiência representantes da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Instituto dos Arquitetos do Brasil, Polícia Militar e Fundação Espaço Cultural.

Multimídia

Imagens em alta resolução

16062016 - Audiência discute problemas do Centro Histórico de J. P. - ©nyll pereira 32 _DSC0941 16062016 - Audiência discute problemas do Centro Histórico de J. P. - ©nyll pereira 49 _DSC0995 16062016 - Audiência discute problemas do Centro Histórico de J. P. - ©nyll pereira 26 _DSC0925
≪ Voltar para a Agência de Notícias

Notícias

CCJ aprecia 46 matérias e encerra semestre com recorde de atuação na Casa

Publicado em 16 de junho de 2016

16.06.16 CCJ © roberto guedes (3)A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa da Paraíba realizou esforço concentrado nesta quinta-feira (16) e apreciou 46 matérias nas áreas da Saúde, Educação e Segurança da população paraibana. Para a presidente da CCJ, deputada Estela Bezerra, a Comissão tem sido a mais atuante da Casa, atuando como ‘filtro’ de projetos de lei importantes para a Paraíba. Ao todo, 15 matérias foram aprovadas.

A deputada Estela Bezerra disse estar satisfeita com a produtividade da CCJ e com a dedicação da Comissão em apreciar com responsabilidade as matérias da pauta. “A CCJ tem se esforçado para produzir e também ter celeridade com o que chega nesta Casa. Ser um filtro mesmo, uma zeladora da boa prática e da boa técnica legislativa. O tempo inteiro nós temos essa intenção”, afirmou.

A parlamentar ressaltou ainda que a quantidade de matérias apreciadas pela CCJ, na atual legislatura, já supera gestões passadas. “Acredito que nós temos um recorde de trabalho aqui na Casa. O deputado Adriano Galdino, presidente da Assembleia, colocou que já chegamos a produzir mais de 2.600 e estou com o sentimento de dever cumprido”, declarou.

Com a presença das deputadas Camila Toscano e Olenka Maranhão e dos deputados Branco Mendes e Manoel Ludgério, a CCJ aprovou matérias a exemplo do projeto de lei que implanta a Semana Estadual para Sensibilização e Defesa da Educação Inclusiva de alunos com necessidades educacionais especiais, de autoria do deputado Nabor Wanderley.

Já a proposta do deputado Inácio Falcão, visa fazer um alerta às pessoas que desejam realizar aplicação de tatuagem. O projeto obriga a fixação de cartazes nos estúdios de profissionais da área informando o impedimento de doação de sangue por um ano, a contar da data da aplicação.

A Comissão também aprovou o Projeto de Resolução nº 80/2015, de Bruno Cunha Lima, que busca instituir, na Assembleia Legislativa, o Diploma Honorífico de Mérito pela Valorização da vida.

Recorde de matérias

Durante a 41º Sessão Ordinária realizada na última quarta-feira (15), o presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Adriano Galdino, destacou a produção da Casa de Epitácio Pessoa neste 1º semestre de 2016. O presidente ressaltou que este ano, o número de matérias apreciadas supera o mesmo período de anos anteriores. “Durante o primeiro semestre, esta Casa aprovou 2.214 proposições. Batemos mais um recorde de produção legislativa nesta Casa. É mais um recorde batido por esta legislatura”, afirmou.

 

Multimídia

Imagens em alta resolução

16.06.16 CCJ © roberto guedes (3)
≪ Voltar para a Agência de Notícias

Notícias

Deputados afirmam que Audiência Pública com Dilma foi ato histórico

Publicado em 16 de junho de 2016

15.06.16 audiencia publica dilma © roberto guedes (91) (1)A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) fez história nesta quinta-feira (16) ao reunir aproximadamente 6 mil pessoas no Espaço Cultural José Lins do Rêgo para debater a democracia e atual momento da política brasileira. O evento, que contou com a presença da presidente Dilma Rousseff e dos governadores Ricardo Coutinho e Wellington Dias (Piauí), foi, segundo os parlamentares paraibanos que participaram da Audiência Pública, um dia para ser eternizado pela Casa de Epitácio Pessoa.

O presidente Adriano Galdino destacou a importância da realização da Audiência Pública e lamentou que o governo interino trabalha para acabar com as conquistas históricas dos trabalhadores. “Assim como a presidente Dilma, também sou a favor dos trabalhadores e por isso tive a honra de conduzir esse evento. É a primeira vez que o Poder Legislativo do Estado discute democracia com o povo paraibano e com a presença de uma presidente da República”, pontuou.

15.06.16 audiencia publica dilma © roberto guedes (243)Já o deputado Jeová Campos, autor da propositura da Audiência, fez um convite para a presidente Dilma vá conhecer as barragens que o Governo Federal construiu no Sertão do Estado e obras da Transposição do rio São Francisco e salientou que “a realização desta Audiência mostra a grandeza da Paraíba em relação aos valores do Estado Democrático de Direito”.

Para o deputado Gervásio Maia, “este é um momento importante da Assembleia, um momento para a gente tentar compreender o que está ocorrendo em Brasília. Sabemos que a presidente foi tirada do Poder porque trouxe muitos benefícios para os mais humildes. Elegemos Dilma com mais de 50 milhões de votos e agora querem passar por cima do Estado Democrático de Direito”.

O deputado Frei Anastácio disse que a Assembleia Legislativa promove essa discussão para unir todos. “Agradeço a presença de todos e parabenizo a Jeová Campos pela iniciativa e ao presidente Adriano Galdino pelo apoio à 15.06.16 audiencia publica dilma © roberto guedes (290)audiência”, disse.

A deputada Estela Bezerra falou sobre a importância de defender a soberania do voto e do fortalecimento da democracia e de não fugir das discussões para garantir a democracia no futuro. “Hoje a Paraíba diz sim à democracia. Dilma tem sido vítima da misoginia e tem a solidariedade do povo paraibano”, afirmou.

O governador do Piauí, Wellington Dias, fez questão de lembrar que Dilma Rousseff está na linha de frente da democracia desde o golpe militar. “Estou aqui para demonstrar que o povo brasileiro quer ter o voto respeitado”. Silvio Costa, deputado federal de Pernambuco, ressaltou que o impeachment que querem aplicar à presidente Dilma é um golpe da indignidade contra a dignidade.

Multimídia

Imagens em alta resolução

15.06.16 audiencia publica dilma © roberto guedes (91) (1) 15.06.16 audiencia publica dilma © roberto guedes (243) 15.06.16 audiencia publica dilma © roberto guedes (290)
≪ Voltar para a Agência de Notícias

Notícias

Mais de seis mil pessoas prestigiam Audiência Pública com Dilma Rousseff

Publicado em 16 de junho de 2016

15.06.16 audiencia publica dilma © roberto guedes (620)Mais de seis mil pessoas participaram da Audiência Pública promovida pela Assembleia Legislativa do Estado (ALPB),  nesta quarta-feira (15), que contou com participação da presidenta Dilma Rousseff.

O evento, que também teve a presença do governador Ricardo Coutinho; do governador do Piauí, Wellington Dias, além de deputados estaduais, deputados federais, lideranças políticas e representantes de movimentos sociais e aconteceu no Espaço Cultural José Lins do Rêgo com o tema principal “A Democracia e o Atual Momento Político Brasileiro”.

Para o presidente Adriano Galdino, a Audiência  entra para história da Assembleia Legislativa da Paraíba.  “Esse15.06.16 audiencia publica dilma © roberto guedes (517) momento histórico para a Paraíba. É a primeira vez que o Poder Legislativo do Estado discute democracia com o povo paraibano e com a presença de uma presidente da República. Para nós é uma honra receber a presidente Dilma Rousseff pela força, história de luta e exemplo de luta em favor da democracia”, comentou.

O governador Ricardo Coutinho parabenizou a Assembleia Legislativa por debater um tema tão importante quanto a democracia e enumerou as conquistas que os paraibanos tiveram através de ações do Governo Dilma, em especial no setor hídrico. “Pela primeira vez uma presidente da República é recebida em uma Audiência Pública do Poder Legislativo Paraibano e estamos aqui para dizer que o Brasil precisa da força do seu povo, pois a democracia ainda é o nosso maior instrumento”, enfatizou.

15.06.16 audiencia publica dilma © roberto guedes (289)Ricardo disse ainda que sai dessa audiência com um sentimento muito bom. “A Paraíba está mudando e a Assembleia também está mudando. A nossa luta é do lado da democracia, do desenvolvimento e da inclusão social e estamos aqui para demonstrar esse sentimento de apoiar a presidente Dilma”, resumiu.

A presidente Dilma agradeceu a Assembleia Legislativa do Estado pela realização da Audiência, ao governador Ricardo Coutinho pelo apoio e ao povo paraibano pela recepção. E disse ainda que o processo democrático, fruto da luta de brasileiros pela democracia, está correndo risco com o processo de impeachment para tirá-la da presidência.

“Todos nós sabemos que nossa democracia foi conquistada com muita luta. Muita gente foi morta, exilada ou presa.15.06.16 audiencia publica dilma © roberto guedes (323) São pessoas que lutaram pelos seus direitos. Nos últimos anos, garantimos conquistas como falar o que pensamos e escolher quem nos representa, mas a árvore da democracia foi infestada de parasitas que tentam utilizar a própria constituição para legitimar o crime de responsabilidade fiscal que eu não cometi”, assegurou.

Dilma também ressaltou a importância do Poder Legislativo Paraibano participar da discussão do momento atual do país. Também falou sobre a retirada dos R$ 17 milhões do governo interino para a construção do viaduto do Geisel. “Isto é desvio de poder e essas práticas não podem ser aceitas. Eu tenho muito orgulho do apoio que recebo de vocês”, concluiu.

15062016 - Audiência da Alpb com Dilma Roussef - ©nyll pereira 50 _DSC0719Após a realização da Audiência, a presidente Dilma concedeu entrevista para imprensa no teatro Paulo Pontes, enquanto na Praça do Povo foi realizado o show da democracia com a presença de artistas paraibanos como Seu Pereira e Coletivo 401, Totonho e Pau de Dar em Doido, dentre outros.

O evento também contou com a presença dos deputados Gervásio Maia, Estela Bezerra, Buba Germano, Bosco Carneiro, Anísio Maia, Caio Roberto, Frei Anastácio, Emano Santos, João Gonçalves, Genival Matias e Tião Gomes, além de deputados de Pernambuco e do Rio Grande do Norte, representantes sindicais e de entidades sociais, vereadores, militantes da presidenta e a sociedade civil em geral.

Prestigiaram ainda o evento o ex-ministro e ex-governador da Bahia, Jacques Wagner; Silvio Costa, deputado federal de Pernambuco, o presidente da Federação dos Municípios da Paraíba, Chaguinha; e o ex-deputado estadual, cassado pela ditadura militar, Assis Lemos, assim como Elizabeth Teixeira, uma das lideranças das ligas camponesas.

Multimídia

Imagens em alta resolução

15.06.16 audiencia publica dilma © roberto guedes (620) 15.06.16 audiencia publica dilma © roberto guedes (323) 15062016 - Audiência da Alpb com Dilma Roussef - ©nyll pereira 17 _DSC0299 15062016 - Audiência da Alpb com Dilma Roussef - ©nyll pereira 50 _DSC0719 15.06.16 audiencia publica dilma © roberto guedes (705) 15.06.16 audiencia publica dilma © roberto guedes (517) 15.06.16 audiencia publica dilma © roberto guedes (289)
≪ Voltar para a Agência de Notícias

Notícias

Deputados aprovam diretrizes do Governo para orçamento de 2017

Publicado em 15 de junho de 2016
ldoOs deputados aprovaram, durante sessão ordinária realizada nesta quarta-feira (15), a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) do Governo do Estado para o orçamento do ano de 2017. Além da LDO, os parlamentares aprovaram 253 matérias, entre as quais constam Projetos de Lei, Projetos de Resolução, Medida Provisória e Requerimentos. O relatório da LDO foi aprovado por 21 a 10 votos e a LDO aprovada também pelo placar de 21 a 10 votos.

O presidente da ALPB, Adriano Galdino, agradeceu em plenário aos deputados e a todos os servidores da Casa de Epitácio Pessoa pelos trabalhos realizados neste semestre. “Cumprimos com nossa obrigação, LDO aprovada, os ldo1projetos em pauta todos debatidos e a nossa produção legislativa bate novo recorde agora e nós estamos realmente cumprindo com nossa obrigações e com a expectativa do povo paraibano”, destacou.

O relator do projeto, deputado Buba Germano, ressaltou que a proposta de LDO tem enorme importância na organização das finanças do Estado ao estabelecer diretrizes para elaboração do orçamento e fixar normas para a execução das despesas. “Torna-se um instrumento essencial para a política fiscal e da gestão orçamentária e financeira”, declarou o deputado.

ldo2Buba acrescentou ainda que, de acordo com a sua relatoria, compreende que o conteúdo da atual proposta de LDO, além da qualidade, pertinência e consistência técnica, reflete a responsabilidade e o esforço do Governo do Estado em continuar mantendo a estabilidade fiscal de forma a assegurar a capacidade de investimento e induzir desenvolvimento sustentável do Estado. “O Governo teve a cautela de mandar uma peça orçamentária, que eu diria, ser conservadora, mas com muita responsabilidade”, destacou o relator da matéria.

A Assembleia Legislativa do Estado (ALPB) debateu o projeto da LDO 2017 em uma Audiência Pública realizada no dia 25 de maio. O encontro teve a participação dos deputados e da sociedade civil organizada para contribuir na construção do projeto de Lei 849/16, que dispõe sobre as Diretrizes Orçamentárias do próximo ano.

 

Multimídia

Imagens em alta resolução

ldo ldo2 ldo1
≪ Voltar para a Agência de Notícias

Notícias

Imprensa nacional repercute vinda de Dilma para Audiência Pública da ALPB

Publicado em 15 de junho de 2016

Os principais veículos de comunicação do Brasil repercutiram a vinda da Presidente da República, Dilma Rousseff, para a Audiência Pública promovida pela Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), nesta quarta-feira (15).  Jornais e portais de notícias falaram sobre o evento, que acontece às 15 horas, no Espaço Cultural José Lins do Rêgo, em João Pessoa.

O Jornal Folha de São Paulo destacou o discurso que Dilma Rousselff deve usar durante a Audiência. Já o jornal Estadão também enfatizou o discurso da presidente, ponderando que ela deve usar a defesa do mandato como principal argumento da fala.

Ao falar sobre a passagem da presidente na capital paraibana, a jornalista Mônica Bergamo comentou, em coluna à Folha, sobre a popularidade e o impeachment de Dilma na opinião dos parlamentares do Partido dos Trabalhadores.

Outros veículos a exemplo do Jornal do Comércio, Brasil Online também comentaram sobre a Audiência Pública e ressaltaram que João Pessoa é a primeira capital que faz parte da série de viagens ao Nordeste de Dilma Rousseff marcadas nesta semana. A agenda ainda conta com passagens em Salvador (BA), na quinta (16), e na sexta (17), em Recife (PE), para um ato público em defesa da democracia.

Multimídia

≪ Voltar para a Agência de Notícias

Notícias

Comissão de Orçamento aprova relatório sobre a LDO 2017

Publicado em 14 de junho de 2016

14.06.16 comissao execusão orçamentaria © roberto guedes (5)A Comissão de Acompanhamento e Controle da Execução Orçamentária da Assembleia Legislativa da Paraíba aprovou, durante reunião realizada nesta terça-feira (14), o relatório do projeto de lei que estabelece as diretrizes orçamentárias do Poder Executivo Estadual para o próximo ano (LDO 2017).

Para o relator do projeto, deputado Buba Germano, a proposta de LDO tem enorme importância na organização das finanças do Estado ao estabelecer diretrizes para elaboração do orçamento e fixar normas para a execução das despesas. “Torna-se um instrumento essencial para a política fiscal e da gestão orçamentária e financeira”, declarou o deputado.

Buba acrescentou ainda que, de acordo com a sua relatoria, compreende que o conteúdo da atual proposta de LDO, além da qualidade, pertinência e consistência técnica, reflete a responsabilidade e o esforço do Governo do Estado em continuar 14.06.16 comissao direitos humanos © roberto guedes (1)mantendo a estabilidade fiscal de forma a assegurar a capacidade de investimento e induzir desenvolvimento sustentável do Estado. “O Governo teve a cautela de mandar uma peça orçamentária, que eu diria ser conservadora, mas com muita responsabilidade”, destacou o relator da matéria.

O projeto agora segue para o plenário, onde vai constar na Ordem do Dia e será discutido e votado pelos parlamentares.

A reunião da Comissão de Orçamento contou com a presença do presidente da Comissão, o deputado Edmilson Soares e dos parlamentares Buba Germano e Frei Anastácio.

Comissão de Direitos Humanos

Já  na reunião da Comissão de Direitos Humanos e Minorias, o deputados Frei Anastácio, Buba Germano e Edmilson Soares aprovaram por unanimidade o Projeto de Lei 629/2015, de autoria do presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Adriano Galdino.

De acordo com o projeto apresentado pelo presidente, o objetivo é proibir a utilização de quaisquer benefícios fiscais e a 14.06.16 comissao execusão orçamentaria © roberto guedes (9)contratação pela Administração Pública Estadual de pessoas, físicas ou jurídicas, incluídos no cadastro de empregadores do Ministério do trabalho e Emprego, que tenham mantido trabalhadores em condições semelhantes ao trabalho escravo.

O Projeto de Lei 573/2015, de autoria da deputada Olenka Maranhão, também foi aprovado por unanimidade pelos membros da Comissão. De acordo com a matéria, as operadoras de serviços de TV por assinatura e internet ficam obrigadas a manterem lojas físicas ou escritórios para atendimento ao consumidor.

As matérias seguem agora para apreciação do plenário da Casa de Epitácio pessoa, para em seguida, após aprovação, serem encaminhadas para sanção do Governo do Estado.

 

Multimídia

Imagens em alta resolução

14.06.16 comissao execusão orçamentaria © roberto guedes (5) 14.06.16 comissao direitos humanos © roberto guedes (1) 14062016 - Sessão Ordinária - ©nyll pereira 14 _DSC0100 14.06.16 comissao execusão orçamentaria © roberto guedes (9) 14.06.16_40a sessao ordinaria_nabor wanderley © roberto guedes (37) 14062016 - Sessão Ordinária - ©nyll pereira 11 _DSC0076
≪ Voltar para a Agência de Notícias

Notícias

Assembleia celebra 18 anos do Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária

Publicado em 13 de junho de 2016

13062016 - Audiência sobre os 18 anos do PRONERA - ©nyll pereira 7A Comissão de Educação, Cultura e Desportos da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) realizou, nesta segunda-feira (13), Audiência Pública para discutir e celebrar os 18 anos do Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária (Pronera).

Para o presidente da Comissão de Educação, deputado Buba Germano, a educação do homem do campo ser estimulada. “O êxodo rural, muitas vezes, ocorre por falta de capacitação. Precisamos estimular as comunidades do campo com educação de qualificação técnica e habitação. Só assim essas famílias começarão produzir. É esse o viés da agricultura familiar difundido pelo Pronera”, afirmou.

O autor da propositura da Audiência, deputado Frei Anastácio, falou da atuação do Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária na Paraíba. “O Pronera foi fundado em 1998. De lá para cá tem educado jovens e adultos nos assentamentos do nosso13062016 - Audiência sobre os 18 anos do PRONERA - ©nyll pereira 1 estado. O programa leva assistência técnica para os trabalhadores do campo através da educação”, explicou.

O membro da Comissão Pedagógica Nacional do Pronera, Jonas Duarte da Costa, avaliou que o que moveu o nascimento do Pronera foi a palavra de ordem que surgiu dos movimentos sociais e afirmou que o programa é uma vitória da educação e da reforma agrária. “O programa completa 18 anos e temos o que comemorar. Formamos mais 180 mil educandos em todo país, jovens e adultos, com o diferencial que nós conseguimos erradicar o analfabetismo em algumas áreas de assentamento”,  concluiu.

13062016 - Audiência sobre os 18 anos do PRONERA - ©nyll pereira 13Na Paraíba, o Pronera capacitou mais de 3.500 estudantes através de 28 cursos superiores e técnicos. O agricultor Jorge Souza, do município de Pilões, ressaltou as mudanças que passou depois que foi alfabetizado pelo programa. “O Pronera abriu um leque para mim e me ensinou a ser cidadão através da educação”, pontuou.

Estiveram presentes na Audiência Pública, o membro da Comissão Pedagógica Nacional do Pronera, Jonas Duarte da Costa, o superintendente do Incra na Paraíba, Cleofas Caju, a diretora estadual do MST, Dilei Aparecida, o assegurador do Pronera no Incra/PB, José Gentil Medeiros Fernandes, o diretor técnico da EMATER/PB, Vlaminck Paiva Saraiva e o membro da Comissão Pastoral da Terra na Paraíba, Wellington Barbosa.

 

 

Multimídia

Imagens em alta resolução

13062016 - Audiência sobre os 18 anos do PRONERA - ©nyll pereira 7 13062016 - Audiência sobre os 18 anos do PRONERA - ©nyll pereira 13 13062016 - Audiência sobre os 18 anos do PRONERA - ©nyll pereira 1 13062016 - Audiência sobre os 18 anos do PRONERA - ©nyll pereira 2
≪ Voltar para a Agência de Notícias

Notícias

Escola do Legislativo realiza aula inaugural de cursos de gestão

Publicado em 10 de junho de 2016

10062016 - Escola do Legislativo realiza Curso - ©nyll pereira - 12A Escola do Legislativo da Paraíba realizou na manhã desta sexta-feira (10), a aula inaugural dos cursos de Gestão Estratégicas de Recursos Humanos e Gestão em Rotinas Administrativas. Dentre as palestras: A construção de carreiras em uma era das mudanças”; e O que um Coaching pode fazer por você”. A aula inaugural aconteceu no Auditório João Eudes, da Assembleia Legislativa.

A diretora da Escola do Legislativo, professora Helena Toscano, explica que a aula inaugural é a abertura do programa de formação e desenvolvimento profissional da escola. “Nas diretrizes do planejamento estratégico da escola nós temos três programas de formação que são três nortes: o de formação e desenvolvimento profissional com foco no servidor; um de educação à distância e um de pós-graduação”.

10062016 - Escola do Legislativo realiza Curso - ©nyll pereira - 24A Escola do Legislativo da Paraíba agora está em novas instalações, na avenida Desembargador Souto Maior, 77. A escola tem 15 funcionários e oferece gratuitamente cursos de línguas, computação, libras, processo de técnicas legislativas, cerimonial, taquigrafia, que periodicamente capacita os servidores da Assembleia Legislativa.

A coordenadora pedagógica da Escola do Legislativo, Maria Luiza Amorim Braz, informou que para o próximo semestre a escola deverá oferecer os cursos de Ética e Cidadania e Processos Legislativos para atender aos servidores da Casa de Epitácio Pessoa, Câmaras Municipais e instituições que necessitem desse conhecimento.

O servidor da Assembleia Legislativa Evandro José da Silva, do núcleo de Recursos Humanos, avaliou o papel da escola “A escola tem uma suprema importância na questão de capacitação, de aperfeiçoamento do conhecimento então isto muito importante para a vida do servidor”.

O professor João Rodrigues, da Faculdade Internacional da Paraíba, proferiu a palestra sobre o tema da sustentabilidade: o social, o econômico e o profissional.

A palestrante Virgínia Vasconcelos debateu o tema “A construção de carreiras em um mercado de mudanças, globalizado e de economia instável”. “A gente destacou a importância da qualificação profissional  neste contexto e como a formação continuada pode facilitar nesse processo”, disse.

A especialista em desenvolvimento de pessoas Anne Kiepe abordou o tema “Como utilizar o Coaching no dia-a-dia”. Coaching é uma palavra em inglês que indica uma atividade de formação pessoal em que um instrutor (coach) ajuda o seu cliente (coachee) a evoluir em alguma área da sua vida. O conceito de coaching surgiu nas universidades norte-americanas para definir um tutor particular.

Multimídia

Imagens em alta resolução

10062016 - Escola do Legislativo realiza Curso - ©nyll pereira - 12 10062016 - Escola do Legislativo realiza Curso - ©nyll pereira - 24
≪ Voltar para a Agência de Notícias